Feijão Fradinho e Melão Orange

>> Diário Pessoal, 21/11/09

Desde a semana passada, com os dias de calor, tem sido uma delícia comer salada de feijão – no lugar do tradicional feijão temperado. Uma comida muito mais fresquinha, que combina com um grelhado e muito rica em nutrientes.

Já coloquei aqui no Blog, minha receita de Salada de Feijão Fradinho! :)
O que eu descobri recentemente, através das minhas “aventuras culinárias”, é que cortar cubinhos pequenos de melão orange e colocar por cima da Salada de Feijão, fica simplesmente show!!! O melão Orange (como o próprio nome já diz), tem uma cor laranja linda e deixa o prato com um visual lindo.

Eu simplesmente adoro misturar doce e salgado, então, sou até suspeita para falar! hehehe
Fica aqui esta dica para vocês! ;)

.

Mais informações sobre Melão

Fonte de vitamina A e C, potássio e pectina. A vitamina A contribui para a saúde dos olhos (retina). Já as fibras do fruto ajudam a reduzir o colesterol e o potássio ajuda a regular a pressão arterial. 100g de melão contém 29 calorias.

Escolha sempre frutos maduros, pois são mais saborosos e doces. Para saber se os melões estão bons, aperte-os do lado oposto ao cabo. Se ceder à pressão dos dedos, está no ponto. Se estiver mole demais, é porque já passou do ponto e se estiver duro, está verde. A casca do melão deve ser firme, ter cor forte e não apresentar rachaduras.

Deixe-o amadurecer em temperatura ambiente e depois guarde-o na geladeira. Use-o no prazo de 2 a 3 dias. Depois de tê-lo cortado, coloque uma folha de papel alumínio ou plástico sobre o corte para que não resseque.

O mais comum é servir o melão ao natural, como entrada ou sobremesa. Um prato conhecido e considerado de paladar sofisticado é o melão com fatias de presunto cru. Sendo uma fruta bastante refrescante é muito indicada para os meses de calor, pois apresenta propriedades hidratantes. Fonte: Hortifruti

.

Mais informações sobre Feijão Fradinho

Conhecido como feijão-caupi, feijão-de-corda ou feijão-fradinho, ele é rico em fibras e tem uma proteína capaz de reverter a deposição de gordura no fígado.

Na mesa ou no laboratório de pesquisa, vai longe a história desse feijão. O feijão-de-corda veio da África e chegou ao Brasil no porão das caravelas. O grão de origem africana foi trazido pelos colonizadores portugueses e espanhóis. Desembarcado na Bahia, foi ganhando o nordeste e o norte do Brasil.

As raízes se espalharam pelo Brasil. Agora, quem diria, no século 21, o feijão com tantos nomes chegou aos laboratórios de pesquisa. Por essa, seu Vicente, mais conhecido como Chapéu de Couro, não esperava.

“Descobri que o feijão-de-corda baixa o colesterol”, afirma a a nutricionista Karoline Frota que está estudando as propriedades do feijão-de-corda na saúde, no laboratório da USP.

A pesquisa começou em 2007, no Laboratório de Nutrição Aplicada da Faculdade de Saúde Pública da USP. A nutricionista Karoline Frota cresceu comendo esse feijão que nunca tinha sido estudado tão detalhadamente.

Como outros tipos de feijão, o caupi também é rico em fibras, ferro e vitaminas, mas Karoline queria saber se a proteína que ele contém tinha o poder de reduzir o colesterol. Por isso, ela teve um trabalhão para extrair a vicilina, a proteína do feijão.

A nutricionista queria testar três dietas: uma normal, outra com os grãos triturados e uma terceira só com a proteína do feijão isolada.

Ela escolheu hamsters, cheios de gordura no sangue, para fazer o teste. “Nós escolhemos hamsters por causa do metabolismo do colesterol que é muito parecido com o metabolismo dos seres humanos”, justifica a pesquisadora.

O problema é igual nesses animais e em todos nós. A alimentação rica em gordura saturada aumenta os níveis de colesterol no sangue. Depósitos gordurosos vão se formando nas artérias e no fígado que, sobrecarregado, começa a trabalhar mal na limpeza do organismo. Só temos um fígado e um coração, e acúmulo de gordura neles pode ser fatal.

Como a maioria dos grãos, todos os feijões ajudam a reduzir o colesterol, mas o resultado da dieta com o feijão-de-corda integral foi excelente.

Nos animais, alimentados com a proteína do feijão-de-corda isolada, a redução do colesterol total no sangue foi de 22%. É maior ainda naqueles que comeram os grãos triturados, o que a pesquisadora chama de feijão integral. Nesse caso, o colesterol despencou 54%.

“Além da proteína, ele tem outros componentes que vão somar nesse efeito redutor de colesterol”, ressalta a pesquisadora. “Com certeza, a fibra do feijão integral ajuda também”, aponta.

A pesquisadora teve mais uma ótima surpresa ao analisar os fígados dos animais que antes da dieta estavam cheios de gordura.

“O fígado do grupo que recebeu o feijão integral e a proteína isolada ficou bem limpo. Essa proteína foi capaz de reverter a deposição de gordura no fígado, porque a gente observou, pelas laminas, que os depósitos desapareceram no final do estudo”, diz a nutricionista.

Para conseguir um resultado tão bom assim, seria preciso comer muito feijão, umas seis conchas por dia. Por isso, os pesquisadores querem investir na proteína isolada que poderia ser acrescentada em vários produtos pela indústria de alimentos. O isolado de proteína será usado na próxima etapa da pesquisa com pacientes de colesterol alto. Até lá, vale a pena incorporar o feijão-de-corda a dieta.

“O consumo de feijão vem caindo muito nos dias de hoje. As pessoas estão ingerindo muito a salada, reduzindo o carboidrato e o feijão que é fonte de proteína. É importante manter esse consumo de feijão. E para as regiões que não tem esse habito de consumir o feijão-de-corda tem que estimular por esse efeito de reduzir o colesterol”, aponta a pesquisadora da USP.

Fonte: Globo Reporter

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

Uma Resposta para “Feijão Fradinho e Melão Orange”

    Gravatar
  1. Carla Diz:

    Que maravilha!!!! Suas saladas são suculentas demais? Mas, qtas calorias tem?E qto vc come e não engorda?

Escreva, comente, participe do Blog!!!

Os comentários serão respondidos por aqui, então retorne para ler sua resposta.

Siga @dannymoubbg no Twitter!