Pão Italiano com alho e muuuuuuito queijo!

15th julho, 2017 by Danny Mou

Esta maravilha que trago hoje, trata-se da adaptação de uma receita do site “http://changeabletable.com” que circulou pelo Facebook há alguns anos, chamada “Bloomin’ Onion Bread”. Como substituí a cebola pelo alho, o nome correto agora seria “Bloomin’ Garlic Bread” ou melhor ainda: Pão Italiano com alho e muuuuuuito queijo! ;)

É tão fácil de preparar e o resultado, simplesmente di-vi-no! Vamos conferir a receita, já com minhas modificações.

Ingredientes:
- 1 pão italiano redondo (inteiro, sem estar fatiado)
- 2 dentes de alho bem picadinhos
- 200g mussarela fatiada
- 200g queijo prato fatiado
- 100g de manteiga derretida (coloque por 20 segundos no micro-ondas)

Modo de Preparo:
Abra um pedaço de papel alumínio grande, que possa enrolar o pão italiano inteiro e reserve.
Corte o pão em quadradinhos, mas sem chegar até o final; eles devem ficar presos por uma base de pão. Abra delicadamente os espaços e vá colocando pedaços de queijos e empurre até o fim. Misture a manteiga derretida com o alho picado e despeje por cima, ajudando com uma colher para que entre em todos os buracos de pão.

Embrulhe bem com o papel alumínio, coloque numa assadeira e leve ao forno médio pré-aquecido por cerca de 15 minutos. Abra o papel alumínio e deixe dourar, por mais 10 a 15 minutinhos. Sirva imediatamente.

.

Quem adooooora queijo, como eu, vai se deliciar com esta receita!

Receita publicada originalmente no Blog em 17/06/2014

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

» 3 COMENTÁRIOS »

Queijo Coalho Empanado

29th junho, 2017 by Danny Mou

Aqui em casa, adoramos Queijo Coalho! É um acompanhamento delicioso para churrasco, além de servir como ingrediente para receitas deliciosas! ;)

Não sou adepta de frituras, principalmente as submersas em óleo. Mas, eventualmente acabo fazendo Filé de Frango à Milanesa, pois minha família adora. Nessas ocasiões, aproveito e também faço o Queijo Coalho Empanado. Fica delicioso, pois a consistência desse queijo é diferente, ele não derrete, mas se torna extremamente macio. Não tem perigo de desmanchar ou estourar, como pode acontecer (por exemplo), com o queijo provolone.

Fica delicioso para servir com um molhinho à gosto, ou mesmo acompanhando a refeição! O processo de empanar, é o mesmo para fazer frango ou filé à milanesa.

Retire o palito e corte cada espeto em 3 ou 4 pedaços. Passe primeiro na farinha de trigo, dando umas batidinhas. Depois, passe ligeiramente no ovo batido, temperado com uma pitada de sal. E, por último, passe na farinha de rosca. Cuidado para não deixar falhas ou buraquinhos. Desta maneira, se forma uma casca bonita e fofa, após a fritura.

Frite os pedaços em óleo quente, virando para dourar por igual. Escorra em papel absorvente e sirva quente; se quiser, acompanhado de um molho ou maionese.


Queijo Coalho Empanado é um petisco delicioso!

Receita postada originalmente no Blog em 23/09/2011.

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

» COMENTÁRIOS AQUI »

Panqueca de Abobrinha

5th junho, 2017 by Danny Mou

Mais uma receita campeã, com minha favorita abobrinha! Peguei na comunidade Culinária – Receitas do finado orkut, postada pela Adriana. Faço há vários anos, pois é muito gostosa e prática; os amantes de abobrinha vão se deliciar! ;)

Ingredientes:
- 3 ovos
- 4 colheres (sopa) leite
- 1 pacote de creme de queijo ou legumes (70g) => não é a porção individual
- 1 abobrinha grande ralada no ralo grosso
- 2 colheres (sopa) salsinha => uso salsinha desidratada
- 1 colher (sopa) azeite

Modo de Preparo:
Misture a abobrinha ralada com a salsinha e o azeite. Reserve. Bata no liquidificador ou mixer, os ovos, o leite e o creme de queijo. Despeje esta mistura na abobrinha reservada e misture tudo.

Aqueça uma frigideira pequena anti-aderente, com um fio de óleo, despeje uma quantidade da massa e espere dourar. Com a ajuda de uma espátula, vire e deixe dourar do outro lado. Rendimento: 7 unidades médias.

Só uma observação: o creme de queijo é muito salgado, então, quem precisar controlar a ingestão de sal é melhor colocar só metade do pacote.

Receita postada originalmente no Blog em 12/04/10.

.

Para saborear quente ou fria, nem precisa de recheio!

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

» 5 COMENTÁRIOS »

Batata Rösti

28th janeiro, 2017 by Danny Mou

Esta receita é simplesmente fantástica e muito saborosa. Aprendi com minha sobrinha, A-M-E-I e faço há muitos anos!

O segredo está em comprar a qualidade certa de batata, que não solta água: batata asterix. Ela tem a casca rosada e custa mais caro do que a batata comum vendida nos supermercados; mas vale à pena.

A receita é bem “a olho”! ;)

Calcule 1 1/2 batata (bem grande) por pessoa. Lave, descasque e cozinhe em água com sal até ficar macia (não deixe amolecer demais!). Deixe esfriar bem e guarde na geladeira por cerca de 6 horas. Após esse período, rale no sentido do comprimento (ralo grosso).

Eu uso a omeleteira, que faz justamente a porção individual. Quem não tiver, pode usar uma frigideira anti-aderente e fazer porção para 2 pessoas.

Leve a frigideira ao fogo, coloque uma farta porção de batata no fundo, salpique sal e despeje um pouco de azeite de oliva pelas beiradas. Arrume o recheio no centro, deixando um pouco afastado das bordas. Cubra bem com outra porção de batata e salpique sal. Tampe e deixe fritar em fogo médio. Sempre que for necessário, despeje azeite pelas beiradas. Vire com a ajuda de um prato, para dourar bem ambos os lados.

A primeira batata demora mais para ficar pronta, mas as próximas já pegam a frigideira bem quente e, consequentemente, fritam mais rápido! :)

.

Meus recheios favoritos:
- strogonoff de carne;
- mussarela, tomate seco e azeitona preta;
- carne moída com azeitona preta;
- mussarela e rúcula;
- presunto e queijo prato.

.

Receita publicada originalmente no Blog em 27/03/2009

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

» 2 COMENTÁRIOS »

Como montar uma tábua de queijos para o Natal

23rd novembro, 2016 by Danny Mou


Foto: Divulgação Regina

.
Quer surpreender os amigos e familiares neste Natal?

Uma sugestão proposta por Barbosa & Marques, empresa centenária e fabricante dos produtos REGINA, é convidá-los para degustar uma tábua de queijos com diferentes texturas e sabores. Veja os itens que devem ser levados em consideração na hora do preparo:

- Variedade: Um dos pontos principais para agradar aos convidados é oferecer diferentes sabores de queijos. O ideal é que seja de 3 a 7 tipos, mesclados entre sabores fortes e suaves;

- Porção: Separe a quantidade ideal para cada pessoa. Cada uma consome, em média, 150g. Apesar dessa estimativa, prepare um pouco a mais para não correr o risco de faltar;

- Preparo: Os queijos devem ser retirados da geladeira 45 minutos antes de serem servidos para que adquiram sua textura e sabor original. O frio serve apenas para conservá-los;

- Montagem: Organize os queijos na mesa em recipientes separados para que não haja influência de gosto entre eles. Uma dica é colocá-los em ordem de intensidade de sabor, sendo do mais suave ao mais forte;

- Acompanhamentos: Opte por pães, como o italiano, castanhas, azeitonas, geléias, mel e frutas; como maçã, uva e damasco.

.
Indicações de queijos

Gouda – Sabor suave, ligeiramente adocicado, muitas olhaduras, textura macia e casca fina. Combina com azeitonas, vinho tinto e cervejas Pilsen, Pale Ale e Strong Golden Ale;

Brie – Apresenta textura macia e sabor suave com leve gosto de nozes. Recomenda-se consumir com vinhos tintos suaves e frutados, pão tipo baguete e geleias;

Gruyère – Textura semi-dura e plena de olhaduras. Seu sabor suave e adocicado lembra o gosto de leite maltado e aroma de amêndoa. Exige um vinho branco frutado para acompanhar;

Provolone – Pelo seu sabor pronunciado e defumado, deve ser servido com vinhos tintos encorpados. É um queijo de massa mais dura;

Gorgonzola – Integrante da família de queijos de mofo azul, possui massa cremosa e sabor agradável e intenso. Combina com pão italiano e vinho tinto encorpado e Vinho do Porto;

Reino – De sabor forte e picante, esse tipo de queijo pede um vinho tinto encorpado. Também combina com cervejas;

Prato – Com sabor suave, amendoado e aveludado, é indicado para ser consumido junto com vinho tinto suave.

Sugestão de leitura:


Siga @danny_mou no Instagram!

» COMENTÁRIOS AQUI »